Sinimbu dará inicio a contagem da população


Publicado em 27/09/2018 Gabinete do Prefeito Secretaria da Administração Secretaria de Finanças e Planejamento Secretaria de Obras e Trânsito Municipal Secretaria de Educação Cultura e Turismo Secretaria de Agricultura Indústria Comércio e M Secretaria da Saúde e Bem Estar Social Fonte: Aline Haag

Agentes de saúde passarão de casa em casa para atualizar os dados das famílias que residem no município.


O município de Sinimbu dará início ao trabalho de contagem da população. O trabalho será desenvolvido em parceria com a Secretaria de Saúde, através dos agentes comunitários, e Secretaria de Educação, através de formulários específicos. Todas as famílias do município serão visitadas e deverão fornecer os dados para o preenchimento dos formulários.

Uma reunião na tarde de hoje, dia 27, explicou como irá funcionar a coleta de dados. Agentes de saúde estarão percorrendo todas as localidades até o dia 15 de outubro para coletar os dados de todas as famílias.

Conforme a prefeita Sandra Backes, é preciso correr contra o tempo, uma vez que a contagem populacional será utilizada como argumento para elevar o FPM – Fundo de Participação dos Municípios.  “No final de agosto recebemos a notícia de que o índice baixaria de 0.8 para 0.6 a partir de 2019. Isso representa cerca de R$ 2 milhões a menos no orçamento de Sinimbu”, revela Sandra. “Por isso estamos convocando os agentes de saúde e pedindo a colaboração da comunidade, para que recebem os agentes e informem os dados. Precisamos provar que temos um número determinado de população ou mais para conseguir manter o FPM em 0.8”, completa a prefeita.

Sandra frisou que a dedicação da equipe que irá coletar as informações será fundamental para reverter o quadro e evitar a perda de recursos. “Precisamos provar que a estimativa o IBGE está equivocada. Não podemos deixar nenhuma família ou pessoa fora da contagem”, finaliza.

MUTIRÃO

As visitas dos agentes de saúde irão começar ainda essa semana. No sábado, dia 29, equipes irão percorrer o centro de Sinimbu e a Linha Branca, áreas que atualmente não possuem agentes de saúde. No dia 6, uma equipe específica também irá percorrer o Salto Rio Pardinho.

Nos demais dias, até o dia 15 de outubro, todas as localidades serão visitadas por seus respectivos agentes de saúde. Junto com a contagem populacional, eles irão preencher um formulário para o Censo Educacional, necessário para o monitoramento do Plano Municipal de Educação. Também serão coletadas informações sobre o saneamento básico em Sinimbu.

PrefeituraSinimbu
Reunião na tarde de hoje definiu os detalhes da mobilização. (Aline Haag)